quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Melhorar o Boot do Sistema

Este texto contém indicações para melhorar a velocidade de arranque do sistema - boot profile
link original (inglês)
outro link (espanhol)

sábado, 6 de outubro de 2007

Linux - Instalar um scanner no Ubuntu (Epson Perfection 1670)

Para que o scanner funcione correctamente é necessário copiar o ficheiro firmware do scanner. Neste caso, epson 1670 Perfection, o ficheiro chama-se esfw30.bin e pode ser encontrado no cd de instalação ou na instalação realizado no windows, caso a tenha realizado.

  • Copiar o ficheiro esfw30.bin para a pasta /etc/sane.d executando o seguinte comando (tem de estar na pasta onde está o ficheiro que vai copiar)

sudo cp esfw30.bin /etc/sane.d/

  • Abrir o ficheiro /etc/sane.d/snapscan.conf executando o seguinte comando:

sudo gedit /etc/sane.d/snapscan.conf

  • Na secção "General" substituir a linha
firmware /usr/share/sane/snapscan/your-firmwarefile.bin

por

firmware /etc/sane.d/esfw30.bin

Nota: Repare que a nome e localização do ficheiro são irrelevantes desde que coincidam coma linha introduzida no ficheiro snapscan.conf.

  • Conecte o seu scanner à porta USB (se já está conectado, desligue-o e volte a ligá-lo) e abra o xsane a partir do menu:

Aplcações - Gráficos - Xsane

Nota: Terá provavelmente de esperar que a lâmpada do scanner aqueça uns bons segundos antes de aparecer a janela do programa e começar a digitalizar.

Linux - Alterar as mensagens do sistema para inglês

O objectivo é apenas alterar a língua usada pelo sistema mantedo as outras configurações regionais como o tipo de moeda, formato das datas/horas, tamanho do papel, etc.

  • Criar um ficheiro .gnomerc na sua home (não se esqueça do ponto antes de gnomerc) com o comando:
gedit .gnomerc
  • Adicionar o seguite texto (repare que só o o item LANGUAGE está descomentado os outros que tem um # antes da linha não afectam o sistema). As duas últimas linhas servem apenas para definir o editor de texto por defeito do sistema.
#LANG=en_GB.UTF-8
#export LANG

LANGUAGE=en_GB.UTF-8
export LANGUAGE

#LC_CTYPE="en_GB.UTF-8"
#export LC_CTYPE

#LC_MESSAGES="en_GB.UTF-8"
#export LC_MESSAGES

#LC_NUMERIC="en_GB.UTF-8"
#export LC_NUMERIC

#LC_TIME="en_GB.UTF-8"
#export LC_TIME

#LC_COLLATE="en_GB.UTF-8"
#export LC_COLLATE

#LC_MONETARY="en_GB.UTF-8"
#export LC_MONETARY

#LC_PAPER="en_GB.UTF-8"
#export LC_PAPER

#LC_NAME="en_GB.UTF-8"
#export LC_NAME

#LC_ADDRESS="en_GB.UTF-8"
#export LC_ADDRESS

#LC_TELEPHONE="en_GB.UTF-8"
#export LC_TELEPHONE

#LC_MEASUREMENT="en_GB.UTF-8"
#export LC_MEASUREMENT

#LC_IDENTIFICATION="en_GB.UTF-8"
#export LC_IDENTIFICATION

EDITOR="/usr/bin/gedit"
export EDITOR
  • Para verificar as configurações regionais do seu sistema execute o seguinte comando
locale
  • Repare ainda que escolhi en_GB mas podia escolher qualquer combinação de língua/país desde que os respectivos pacotes estejam instalados.
  • Para instalar suporte para várias línguas podeaceder a System - Administration - Language Support

  • Escolher as várias línguas que pretende ter instaladas no seu sistema.

Linux - Gravar videos do ecrã

Para gravar vídeos do ecrã no Linux utilizo o pyvnc2swf.
Esta ferramenta cria um ficheiro HTML/flash com um vídeo do ecrã.

Pode descarregar o ficheiro tar.gz ou zip a partir deste link
Descompacte-o para um local à sua escolha.

O meu sistema é:
- pyvnc2swf 0.9.3
- Ubuntu Feisty (7.04) (distribuição de Linux)
- Gnome (ambiente gráfico)
- Vino (servidor de vnc)

Antes de poder utilizar esta ferramenta temos que activar um servido de vnc, neste caso o vino.



Aviso: No fim de gravar desactive o vino se não quiser que outras pessoas possam aceder ao seu ambiente de trabalho. Pelo menos coloque uma palavra-passe!

De forma a poder gravar o ponteiro do rato, utiliso a opção "-N" e a opção "-m" (merge)
Esta última - merge - não está (ou não estava) documentada no site oficial.


Para fazer a gravação utilizo uma script chamada my_gravar.sh (com o seguinte conteúdo):

#!/bin/sh
#---------------------------------------------
./pyvnc2swf/vnc2swf.py -N -m -S "arecord -f cd ../my_voice.wav" -r 4 -C 800x600+0+0 -nowindow -o ../my_video.swf localhost:0
#---------------------------------------------

que chamo num terminal a partir da pasta onde descompactei os programas.

Quando quero terminar a gravação, acedo ao terminal e faço Ctrl+c.

São gerados dois ficheiros um de video em flash (my_video.swf) e outro de som wav (my_voice.wav) na pasta mãe.

Para juntar o video e o som utilizo a seguinte script my_add_som.sh com um parâmetro que é o nome final do ficheiro html.
por ex: my_add_som.sh usar_blender.html
Esta script apaga os ficheiros acessórios que forma entretanto criados.
Tem que ter o lame instalado.

#!/bin/sh
#---------------------------------------------
lame -m m -b 64 ../my_voice.wav ../my_voice.mp3

./pyvnc2swf/edit.py -o ../$1.swf -a ../my_voice.mp3 ../my_video.swf
rm -v ../my_video.swf
rm -v ../my_video.html
rm -v ../my_voice.wav
rm -v ../my_voice.mp3
#---------------------------------------------

e é só.

Espero que tenha ajudado